• Stricto Sensu e Lato sensu: aprenda suas principais diferenças!

    stricto sensu mestrado

    Qual a Diferença entre Lato Sensu e Stricto Sensu? A vida acadêmica era seu sonho desde que iniciou faculdade. Mas, com o passar dos anos e a entrada no mercado de trabalho, você perdeu um pouco o foco e não deu andamento a esse objetivo.

    Agora, quando voltou a pensar em cursar um mestrado ou um doutorado, se deparou com algumas dúvidas que precisam ser resolvidas rapidamente. Qual tipo de curso de inglês me qualificará melhor para as provas? Qual modalidade de ensino seguir: lato sensu ou stricto sensu?

    Não se preocupe, pois você não está sozinho. Muitas pessoas não pensam na vida futura quando iniciam uma graduação e, geralmente, essa preocupação chega quando já estão no mercado de trabalho e sentem a necessidade de evoluir profissionalmente.

    E não é só neste sentido que você não está sozinho. Queremos te ajudar! Neste post, vamos apresentar as principais diferenças entre cursos lato sensu e stricto sensu, para você decidir qual é o ideal para suas necessidades.

    Pós-graduação lato sensu

    Lato sensu significa “em sentido amplo”. No universo acadêmico, o termo se refere aos cursos voltados para algum tipo de especialização na área de interesse ou de atuação profissional.

    Um exemplo de curso lato sensu é o MBA — Master Business Administration —, um curso de especialização na área de administração que qualifica os profissionais para liderarem equipes e projetos, por exemplo.

    Como funciona?

    Um requisito básico para entrar em cursos lato sensu é a conclusão de uma graduação (tecnológica, bacharelado ou licenciatura). É uma exigência do Ministério da Educação (MEC) que todos os cursos dessa modalidade tenham, no mínimo, 360 horas de duração.

    Ao final, os estudantes precisam defender um trabalho de conclusão de curso, o famoso TCC, e, se aprovados, recebem um certificado comprovando a participação e a finalização do curso.

    O certificado não vale como um diploma e é registrado na própria instituição que ofereceu o curso. O documento não é, entretanto, menos qualificado.

    Onde posso fazer?

    Existem várias faculdades e universidades que oferecem cursos lato sensu. Algumas ainda disponibilizam os cursos na modalidade a distância.

    Mas fique atento! A oferta de cursos na forma presencial não necessita da aprovação do MEC, o que leva os interessados a procurarem instituições reconhecidas e qualificadas.

    Para quem é indicado?

    De forma geral, os cursos lato sensu são indicados para aquelas pessoas que já trabalham na área, mas buscam uma qualificação ou um aperfeiçoamento para melhorarem tanto desempenho quanto posição na empresa.

    Esse tipo de curso é ideal para quem precisa crescer no seu mercado de atuação, conseguir uma nova oportunidade na empresa e um emprego melhor ou, ainda, para quem busca um reposicionamento. Essa modalidade é, segundo o IBGE, o tipo de pós-graduação mais procurado por estudantes e profissionais no Brasil.

    Pós-graduação stricto sensu

    Uma pós-graduação stricto sensu é aquela voltada para a formação de mestres e doutores. Ou seja: se você pretende seguir a carreira acadêmica por meio de um mestrado ou doutorado, esse é o caminho.

    Há também o mestrado profissional, que está incluído na modalidade stricto sensu, mas é mais indicado quando o interesse é a qualificação para o mercado de trabalho em que já se está atuando.

    Como funciona?

    Um mestrado, geralmente, é feito por quem se interessa em atuar como professor de faculdade ou universidade. Para isso, os alunos passam por um teste de admissão, no qual são exigidos conhecimentos na área de interesse e em outra língua (normalmente, o inglês).

    Um curso de mestrado tem duração média de 2 a 3 anos e, para a sua conclusão, é necessária a elaboração de uma dissertação, ou seja, um estudo mais aprofundado do que uma monografia, no qual o formando defende um ponto de vista científico sobre determinado tema, baseado em autores referências naquele assunto e em uma linha de pesquisa previamente definida.

    Já o doutorado é um tipo de curso que qualifica o estudante para atuar no campo da pesquisa acadêmica. Aqui também é realizada uma prova de admissão e, ao final, é necessário defender uma tese, que na maioria dos casos trata de um assunto novo ou um ponto de vista ainda não observado sobre algum tema já existente.

    Um curso de doutorado dura cerca de 4 a 5 anos e também possibilita ao profissional atuar como professor em instituições de ensino superior e programas de pós-graduação.

    Em ambos os casos, o formando recebe um diploma e os cursos precisam ser aprovados e reconhecidos pelo Ministério da Educação.

    Onde posso fazer?

    A maioria dos cursos de mestrado e doutorado é ofertada na modalidade presencial. Existem algumas instituições que oferecem a distância, mas, por se tratar de cursos com grau de aprofundamento maior, os mais indicados são os presenciais.

    Para quem é indicado?

    Os cursos stricto sensu — mestrados e doutorados — são mais indicados para aquelas pessoas que pensam em seguir uma carreira na academia, como pesquisadoras ou professoras.

    São cursos que exigem muita dedicação, mas alçam o profissional em voos cada vez mais longos e abrem muitas portas no mercado de trabalho.

    Principais diferenças

    A escolha acertada de um curso de pós-graduação é fundamental para darmos continuidade à nossa carreira profissional. Muitos quesitos precisam ser levados em consideração, como tempo, dinheiro e objetivos. E ninguém quer desperdiçar nenhum desses, não é mesmo?

    Então, para facilitar a identificação das principais diferenças entre cursos lato sensu e stricto sensu, veja o quadro abaixo.

    Pós-graduação Lato sensu Stricto sensu
    Tipos de curso Especializações e MBA Mestrados e doutorados
    Requisito Diploma de ensino superior Diploma de ensino superior e inglês
    Finalidade Mercado de trabalho Carreira acadêmica e pesquisa
    Duração Mínimo de 360 horas De 24 a 60 meses
    Avaliação Trabalho de conclusão Dissertação e tese
    Diploma Certificado de conclusão Diploma e grau acadêmico
    Órgão regulador Sesu Capes

    Esperamos que nossas dicas tenham ajudado você a entender um pouco mais sobre as diferenças entre cursos lato sensu e stricto sensu.

    Agora que você já está por dentro das modalidades de pós-graduação, que tal conhecer os principais cursos de mestrado do país? Lembre-se de que a escolha da instituição é um ponto fundamental para a sua carreira acadêmica!