• Saiba a importância que o inglês tem na carreira acadêmica

    De acordo com a última edição do livro Ethnologue: Languages of the World, o inglês é a terceira língua mais falada do mundo. Entretanto, ganha do mandarim e do espanhol — primeira e segunda posições, respectivamente – se o considerarmos como segunda, terceira ou quarta língua de falantes espalhados pelo mundo todo. Esses dados dizem muito sobre o idioma: o inglês é a língua mais influente do globo.

    A importância desse idioma não é nenhuma novidade. As novas gerações, desde cedo, são incentivadas a estudar inglês como forma de garantir um futuro cheio de oportunidades profissionais. Mas, devido à imaturidade e à falta de visibilidade prática da relevância da língua, muitos jovens não lhe dão a devida atenção.

    Se você já passou por isso, não se preocupe: nunca é tarde demais para recomeçar seus estudos! Trazemos, no post de hoje, alguns bons motivos para você voltar a estudar o idioma e descobrir a importância do inglês na carreira acadêmica — foco do nosso artigo. Siga a leitura e confira!

    Qual é a importância do inglês na carreira acadêmica?

    Durante toda a história, a Academia sempre teve uma língua predominante. Antigamente, o idioma mais utilizado nas universidades era o latim, depois passou-se ao francês e ao alemão. Atualmente, com a globalização e a força econômica dos Estados Unidos, o inglês conquistou a preferência nas pesquisas e publicações acadêmicas.

    A demanda por profissionais fluentes em inglês é cada vez maior: muito mais do que um diferencial, saber o idioma é quase que uma questão de sobrevivência no mercado de trabalho.

    Confira o porquê de as universidades cobrarem a língua inglesa nos programas de pós-graduação!

    O inglês é fundamental para a formação acadêmica

    Os alunos que não falam inglês perdem muitas oportunidades na vida acadêmica e deixam de ter acesso a informações essenciais para a sua formação. A maior parte das publicações, pesquisas, vídeos e outras fontes de conhecimento são escritas nessa língua.

    Muito embora possa ser traduzida, a aprendizagem feita no idioma de origem é sempre mais produtiva, já que expressões e detalhes relevantes não são perdidos.

    O inglês abre portas

    Quem tem formação superior sabe que as universidades oferecem muito mais do que o ensino tradicional com exames e aulas teóricas. As possibilidades são inúmeras: projetos de pesquisas, tutoriais, bolsas e intercâmbios. Participar desses programas, sem dúvidas, abre muitas portas na carreira profissional do estudante.

    O inglês costuma ser usado como critério de desempate nesses processos de seleção, ou até mesmo requisito mínimo. Infelizmente, muitos alunos perdem excelentes oportunidades por não dominarem a língua.

    É o idioma das pesquisas

    Outro exemplo da importância do inglês na carreira acadêmica é a necessidade de entender a língua para fazer pesquisas. Para desenvolver um trabalho sobre determinado tema, é imprescindível dominar o inglês, tanto para consultar materiais — que às vezes só estão disponíveis no idioma — como para escrever a pesquisa, ou parte dela.

    Mesmo que um tradutor faça essa parte, é importante que o autor do trabalho saiba se a tradução foi bem-feita e realmente corresponde às suas ideias.

    Aumenta as possibilidades de networking

    Dominar outro idioma é a melhor forma de ampliar sua rede de contatos acadêmicos. Se você falar inglês, não terá problemas em buscar referências estrangeiras em sua área e ampliar o contato com professores e pesquisadores que poderão lhe dar oportunidades de projetos e trabalhos no exterior.

    Tudo isso sem contar no intercâmbio de ideias e discussões que poderá ser feito com estudantes estrangeiros de sua área. Ou seja, uma ótima chance de aprofundar seus conhecimentos e fazer novas amizades.

    Como se preparar para a prova de inglês do mestrado?

    Agora que você já sabe como o inglês é fundamental para o sucesso de sua carreira acadêmica, confira cinco dicas infalíveis para passar na prova do mestrado!

    1. Domine a leitura

    O seu foco de estudos para a prova de inglês deverá ser a leitura. Os exames de seleção para o mestrado não cobram habilidades orais e auditivas do candidato, o que já é um ponto muito positivo.

    Leia o máximo de textos acadêmicos que puder; jornais e revistas também costumam ter um vocabulário interessante para a prova. Evite se desesperar por não saber algumas palavras do texto — foque no que sabe e, a partir daí, reforce tópicos que tem dúvidas.

    2. Opte por um curso de inglês instrumental

    Há diversos cursos de inglês que focam no objetivo do aluno e direcionam seus estudos, agilizando a preparação para a prova. Se você não tem muita flexibilidade de horários, busque aulas online que vão direto ao ponto.

    O fator tempo é precioso, e o curso instrumental ajudará justamente nesse quesito: fazer o máximo possível em tempo hábil, para que você garanta um ótimo resultado no exame.

    3. Use e abuse das técnicas de leitura

    As técnicas de leitura otimizam a compreensão do texto porque evitam que o estudante se perca em detalhes e informações secundárias. As ideias centrais devem ser identificadas primeiramente, e os detalhes só devem ser considerados se forem pedidos na questão.

    Duas técnicas que costumam funcionar muito são a Skimming e a Scanning. Skimming significa fazer uma rápida leitura do texto para saber suas ideias principais, e Scanning é a leitura mais atenta, focando nas palavras-chave e no que está sendo pedido nas questões da prova.

    4. Refaça provas anteriores

    Há centenas de provas de inglês para mestrado de várias universidades do Brasil e do mundo disponíveis na internet. Não deixe de refazer esses exames exaustivamente; quanto mais você treinar, mais saberá o estilo de questões cobradas e mais segurança terá no dia da prova.

    Além disso, essas avaliações anteriores costumam ser recheadas de textos ricos em vocabulário acadêmico, o que será excelente para aprender palavras novas e se familiarizar com diferentes estruturas textuais.

    5. Tenha interesse pelo idioma

    É muito mais fácil aprender algo que temos interesse do que forçar um aprendizado só para ser aprovado em uma prova. Estude com afinco e dedicação, mas também com amor.

    Se a importância do inglês na carreira acadêmica não conseguiu te convencer a aprender o idioma, pense nas músicas e filmes que você conseguirá entender ou nos países incríveis que poderá conhecer se falar inglês. Não há dúvidas de que, assim, ficará muito menos doloroso estudar para a prova do mestrado.

    Gostou de nosso post de hoje? Então, que tal nos seguir nas redes sociais para acompanhar outras dicas fantásticas de inglês? Estamos no Facebook e no Google+!