• O Guia Absolutamente Completo sobre Present Continuous

    present continuous presente continuo

    Em português, quando falamos sobre ações que estão ocorrendo naquele exato momento utilizamos o gerúndio, finalizando as palavras com -ando, -endo e -indo. No inglês, o tempo verbal que caracteriza esse processo é o present continuous.

    Por ser um estudo gramatical muito recorrente nos testes e concursos, entender como funciona a estrutura da frase no presente contínuo é muito importante. Neste artigo, separamos as dúvidas mais comuns para você ficar atento e realizar uma excelente prova. Confira!

    O que é o present continuous?

    Como apresentamos, o presente contínuo é um tempo verbal que exprime as ações que estão acontecendo de forma progressiva. Enquanto que no português é utilizado o “ando” e “endo”, no inglês o verbo é terminado em “ing”. Para facilitar a compreensão, separamos alguns exemplos abaixo:

    –  “I am studying English”;

    –  “we are doing exercise”.

    O presente contínuo, então, designa uma ação constante que está ou não sendo realizada naquele momento e que ainda não terminou.

    Por que utilizar o present continuous?

    Sem o tempo verbal, não seria possível estruturar sentenças que exprimem a realidade da situação vivida. É com o uso do presente, passado e futuro, sejam eles simples ou contínuos, que o ser humano consegue se localizar no tempo e no espaço. O presente contínuo auxilia na compreensão e descrição do que está acontecendo em um determinado momento, bem como explica alguma atividade que está sendo modificada ao longo do tempo ou que acabou de acontecer.

    Veja alguns exemplos:

    –  “we are running out of time”, que significa “nós estamos ficando sem tempo”;

    –  “they are loving the book”, que significa “eles estão amando o livro”.

    Além disso, para quem está se preparando para os testes de proficiência, o estudo do presente contínuo e as variações temporais são de extrema importância, tendo em vista a alta cobrança nos concursos para diferenciar o presente simples do contínuo e a morfossintaxe.

    Quando e como usar o Present Continuous?

    Em qualquer sentença no present continuous, a terminação -ing deve ser acrescentada ao verbo principal, mas alguns casos requerem mudanças na palavra. Por exemplo, nos verbos terminados em -e com uma consoante precedida, retira-se a vogal e acrescenta-se o -ing. Então a palavra “bake” se torna “baking”, assim como “make” vira “making” e “create” fica “creating”.

    Ainda, se os verbos são monossilábicos e se formam como consoante, vogal e consoante, a última letra é sempre duplicada e, depois, acrescenta-se o “ing”:

    –  “cut” se torna “cutting”;

    –  “run” se torna “running”;

    –  “swim” se torna “swimming”;

    –  “sit” se torna “sitting”.

    Por fim, as terminologias -ie devem ser substituídas pelo “y” em conjunto com o -ing. Nesse caso, palavras como “die”, “lie”, e “tie” ficam “dying”, “lying” e “tying”. Além do funcionamento das terminologias, existem alguns casos em que é necessário o uso de expressões temporais que enfatizam ou contextualizam a ação do momento. Os exemplos mais comuns você pode conferir na lista abaixo:

    –  “at the moment”, isto é, “no momento”;

    –  “at this moment”, isto é, “neste momento”;

    –  “at present”, isto é, “atualmente”;

    –  “at the present”, isto é, “no presente’;

    –  “for the time being” ou “for now”, isto é, “por ora”;

    –  “currently”, isto é “atualmente”;

    –  “now”, isto é, “agora”;

    –  “right now”, isto é, “agora mesmo”;

    –  “nowadays”, isto é “hoje em dia”;

    –  “presently”, isto é, “atualmente”;

    –  “lately”, isto é, “ultimamente”.

    Via de regra, as expressões temporais referem-se ao um futuro próximo que está sendo organizado ou planejado. Então, no caso de alguém estar planejando sair com os amigos depois do trabalho, a frase pode ficar “I am meeting some friends after work”.

    Até agora, você já conheceu o que é esse tempo verbal, como é feita a estrutura de uma frase no presente contínuo e a importância de compreendê-lo para os seus estudos. Agora, para completar o conteúdo, é necessário conhecer as três formas do tempo verbal: afirmativa, negativa e interrogativa.

    Afirmativa

    Nesse modelo, a frase deve iniciar com o sujeito, depois o verbo “be”, o verbo principal terminando em -ing e um complemento, se necessário. Então, a frase “você está jogando futebol” deve ficar “you (sujeito) are (verbo ‘be’) playing (verbo principal no Presente Contínuo) soccer (complemento). Confira outros exemplos abaixo!

    –  “he is arriving at work”, isto é, “ele está chegando no trabalho”;

    –  “I am running”, isto é, “eu estou correndo”;

    –  “The dog is eating its food”, isto é, “o cachorro está comendo a comida dele”;

    –  “you are smiling a lot”, isto é, “você está sorrindo muito”.

    Negativa

    Já para sentenças negativas, a estrutura da frase deve ser levemente modificada para trazer a não-ação. Dessa maneira, antes do verbo principal, é preciso acrescentar a palavra “not”, denotando a negação. Confira alguns exemplos:

    –  “he isn’t arriving at work”, isto é, “ele não está chegando no trabalho”;

    –  “I’m not running”, isto é, “eu não estou correndo”;

    –  “The dog isn’t eating its food”, isto é, “o cachorro não está comendo a comida dele”;

    –  “you aren’t smiling”, isto é, “você não está sorrindo”.

    Interrogativa

    Por fim, a última estrutura sintática refere-se a perguntas. Nesses casos, o sujeito e o verbo “be” devem inverter suas posições, iniciando a sentença com o verbo “be”, sujeito, verbo principal com terminação em -ing e o complemento:

    –  “am I running too fast?”, isto é, “eu estou correndo rápido demais?”;

    –  “is he arriving at work?”, isto é, “ele está chegando no trabalho?”;

    –  “is the dog eating its food?”, isto é, “o cachorro está comendo a comida dele?”;

    –  “are you smiling?”, isto é, “você está sorrindo?”.

    Qual a diferença entre presente contínuo e presente simples?

    Como você percebeu, o presente contínuo deve ser usado para exprimir ações em progresso. Essa é a diferença fundamental entre ele e o presente simples, que apenas relata hábitos e fatos cotidianos. Para melhorar a compreensão, separamos uma frase que traz tanto o simple present quanto o present continuous: “Leda rarely reads science fiction novels, but right now she’s reading”.

    No primeiro momento a frase indica que Leda quase nunca lê livros de ficção científica. Esse período é construído por meio do presente simples, tendo em vista que exprime um fato da vida de Leda. Já o final da frase aponta que neste momento ela está lendo um livro de ficção científica, embora não costume ler. Esse período é o presente contínuo, pois expressa o que ela está fazendo naquele instante.

    O presente contínuo ainda gera muitas dúvidas nos estudantes. Além de seguir as dicas que apresentamos neste artigo, é importante investir em um curso de inglês instrumental que traga temas como este totalmente voltados para os processos seletivos de mestrado e doutorado.

    Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco! Ficaremos felizes em ajudar!