• Por que o inglês instrumental é essencial para quem vai fazer mestrado e doutorado?

    Inglês Instrumental livros na biblioteca

    Quando se quer entrar para um curso de mestrado ou doutorado, nada mais natural do que começar a se preparar para as etapas de classificação. Por isso, muitos dos candidatos leem os editais, estudam as referências, e os que não têm domínio da língua inglesa buscam se matricular em cursos de inglês para aprimorar o idioma e aumentar suas chances de passar nos exames de proficiência.

    Por que o inglês instrumental é essencial?

    Como já falamos no post anterior, existe uma diferença entre os cursos de Inglês Convencional e os de Inglês Instrumental, e este último é mais indicado para pessoas que têm propósitos específicos, como passar nas provas de proficiência. Mas afinal, por que o Inglês Instrumental é essencial e mais adequado do que o Inglês Convencional para quem vai fazer mestrado e doutorado? Confira a seguir as razões!

    1) Curso alinhado a um objetivo específico

    Os cursos de Inglês Instrumental têm como meta fazer com que os alunos passem para testes voltados especificamente para classificar a leitura do candidato, seja a proficiência de mestrado e doutorado, concursos etc. Por isso, as aulas são voltadas para desenvolver apenas a habilidade na leitura, tornando o aprendizado muito mais eficaz.

    2) Melhoria da leitura através de técnicas específicas

    Como o foco do curso é aprimorar a leitura dos alunos, são utilizados e ensinados diversos mecanismos para tornar esse processo mais rápido e dinâmico. Um exemplo são as técnicas de scanning e skimming. Enquanto o scanning ajuda o aluno a fazer uma “varredura” e identificar as ideias gerais do texto, o skimming auxilia a detectar certos aspectos e expressões específicas em um material de leitura.

    3) Aumento de vocabulário

    Além das técnicas de leitura, também são empregados conhecimentos para melhorar e ampliar o vocabulário do aluno. Para isso, são ensinados prefixos e sufixos, que ajudam na identificação de novas palavras, e também o reconhecimento de palavras cognatas (que se parecem nas duas línguas), para que o aluno possa ter mais domínio sobre o texto lido. Para se ter uma ideia, cerca de 25% das palavras do inglês e do português são cognatas entre si, o que significa que, conhecendo-as, já é possível compreender aproximadamente 1/4 de um texto.

    4) Melhoria da leitura de textos acadêmicos e científicos

    Para quem vai ingressar em um mestrado ou doutorado, é importante estar a par das palavras e das estruturas de texto do universo acadêmico e científico. O curso de Inglês Instrumental também foca nesse aprendizado, a fim de que o aluno compreenda como esses textos são escritos e como devem ser lidos.

    5) Conhecimento de estruturas gramaticais

    Tão importante quanto aprender vocabulário e estrutura de textos científicos é aprender as regras gramaticais da língua inglesa. Afinal de contas, o entendimento da gramática é praticamente essencial para o domínio da leitura em inglês. Por isso, as aulas de Inglês Instrumental são focadas nesse tipo de conhecimento e na resolução de exercícios gramaticais.

    6) Aprendizado em curto prazo

    Quem está se preparando para um exame de proficiência de mestrado e doutorado ou um concurso não tem tempo a perder; assim, todo o conhecimento dos cursos de Inglês Instrumental é passado em poucas aulas, e os resultados podem ser percebidos já nas primeiras lições. Em alguns casos, o curso é dividido em módulos, e os alunos podem cumprir um módulo por dia, finalizando o curso em menos de duas semanas. Os que preferem aprender com mais calma podem fazer as aulas em até três meses.

    Então, se você está se preparando para um teste de proficiência para mestrado ou doutorado ou para algum concurso, já sabe que os cursos de Inglês Instrumental são a melhor opção!
    Se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão, entre em contato conosco! Se quiser saber mais sobre o assunto, acesse nosso blog!