• Mestrado sanduíche: saiba o que é e quais são as vantagens

    o que é mestrado sanduíche

    Imagine-se chegando ao Brasil depois de concluir o mestrado sanduíche. Além do título de mestre, você carrega consigo, de quebra, ter uma experiência internacional. Não tem como negar: esse é um grande upgrade no currículo e uma enorme valorização do seu perfil profissional.

    Tudo isso pode ser promovido pelo mestrado sanduíche. Se você quer entender um pouco mais sobre essa possibilidade e que vantagens ela traz consigo, então leia este post até o final.

    O que é o mestrado sanduíche?

    Esse nome pode soar um pouco sem sentido em um primeiro momento, mas o mestrado sanduíche é aquele em que a pessoa faz parte do curso no Brasil e outra parte em outro destino. O nome sanduíche é usado para remeter a ideia de duas partes — assim como o estudo desse tipo de mestrado.

    O tempo de estudo fora do país pode ser de três meses a um ano, tudo depende do que foi previamente combinado e o tempo que precisa dedicar a pesquisa em outro país. Essa vivência pode ser explorada para fazer algumas matérias ou ainda uma pesquisa específica (embora essa modalidade seja mais comum para os estudantes de doutorado).

    Essa possibilidade é viabilizada porque existem parcerias com outras universidades e áreas fora do país. Por essas e outras, é bom sempre ficar de olho e encontrar uma opção que complemente sua grade curricular.

    Quais são as vantagens desse método?

    Se você ainda está em dúvidas se uma oportunidade como essa é mesmo vantajosa ou não, veja agora algumas delas que elencamos.

    Experiência internacional

    Um intercâmbio faz uma diferença e tanta no currículo. Nada mais natural, já que morar fora do país é sempre muito bom para o seu crescimento pessoal e profissional. Esse ponto é um grande diferencial em muitas entrevistas de emprego, pois mostram sua facilidade de se adaptar a realidades diferentes e ser flexível com mudanças.

    Fluência em outro idioma

    Esse é outro ganho desse tipo de experiência — e que representa um grande diferencial. Dependendo do país escolhido por você, morar e estudar lá por algum tempo ajuda a ampliar o vocabulário e usar outro idioma fluentemente. Como você convive com orientadores, colegas de estudo e pessoas de vários lugares do mundo, então é provável que seja muito estimulado nos conhecimentos dessa nova língua.

    Custos financiados

    Muitas dessas movimentações são financiadas por bolsas de estudo que cobrem parcial ou totalmente o tempo de estudos em outro país. Vale lembrar que essa iniciativa pode partir do Governo Federal ou da iniciativa privada. Ainda assim, como adiantamos, nem sempre as bolsas cobrem todos os gastos. Por isso, faça um planejamento financeiro e viabilize seu mestrado sanduíche.

    Expansão de networking

    Viver em outro país é uma ótima maneira de ampliar os contatos (e o melhor de tudo: com várias pessoas ao redor do mundo). Essa é uma forma de abrir novas portas profissionais, mas também ajuda a conhecer outras informações, formas de ensino e discussões interessantes sobre o estudo. Se você sonha em trabalhar em outro país, então saiba que o sonho pode ser atingido com mais facilidade para quem se conecta com as pessoas corretas.

    Quem pode se candidatar?

    Um mestrado sanduíche deve contemplar, como o próprio nome indica, alunos de mestrado. Ainda assim, é bom lembrar que também existem outros programas que incluem outros cursos de pós-graduação, como o doutorado. Caso esteja um pouco perdido sobre por onde começar, então comece procurando por programas do tipo. Buscas pela internet ou conversas informais no campus já ajudam um pouco nesse direcionamento. Uma boa alternativa também envolve conversar com o orientador.

    Se conseguir se inscrever, então é bom saber que vai passar por um processo seletivo e precisará comprovar conhecimento do idioma oficial do país para o qual se candidatou. O meio mais comum é a prova de proficiência para saber qual é o seu nível de conhecimento na língua em questão.

    Existe algo mais a se considerar?

    Criamos esse tópico para que você tenha em mente alguns pontos que deve levar em conta para aproveitar ainda mais uma oportunidade como essa.

    Pesquise bem para onde ir

    O mestrado sanduíche é uma excelente oportunidade, mas deve ser aproveitado de forma coerente com seu planejamento. Por isso, procure um grupo de pesquisa e orientador que dialoguem com a sua dissertação e assim a experiência será ainda melhor — além de aumentar as chances de aprovação da bolsa CAPES. A escolha da cidade também é estratégica, pois você pode ter mais facilidade (ou dificuldade) dependendo da região, estilo de vida, hábitos de consumo e outras questões.

    Venda bem o seu projeto para o orientador

    Não é nada fácil despertar o interesse de um orientador de outro país para sua pesquisa. Por isso, procure abordagens que tenham convergência com o estudo do orientador e mande e-mail para eles. Outra boa alternativa é explorar os professores que você tem contato aqui do Brasil. Isso porque vários deles contam com contatos internacionais e podem ajudar muito nesse sentido também!

    Trace um bom objetivo

    Alguns alunos mudam de país e acabam perdendo um pouco o foco. Para não cair nessa armadilha, prepare-se nesse sentido. Seja franco quanto ao seu objetivo e se ele envolve o mercado de trabalho ou o universo acadêmico, pois assim fica mais fácil ser orientado também.

    Faça contatos

    Somado a isso, tenha o cuidado de manter o contato mesmo depois que voltar para o Brasil — principalmente com o orientador do outro país. Como é uma pessoa chave no meio acadêmico, então é natural que ajude muito.

    Depois de ler este texto e entender um pouco melhor como funciona o mestrado sanduíche, esteja atento às oportunidades que surgirem e valorize o seu currículo. O mercado de trabalho absorve muito bem quem tem esse tipo de experiência.

    Para fechar, lembre-se de focar no inglês e não ter problemas nesse período. Para isso, separamos para você um Guia Completo de Inglês Instrumental para você se preparar. Bons estudos!