• O Maior Erro na Preparação para Prova de Proficiência em Inglês do Mestrado

    proficiencia em ingles mestrado e doutorado

    O que é Proficiência em Inglês?

    Proficiência em Inglês é a demonstração do conhecimento, competência e habilidade que o individuo tem em se comunicar através da língua inglesa. Instituições de ensino criaram metodologias de aferição do nível de proficiência em inglês do candidato nas habilidades de fala, audição, escrita e leitura de textos em inglês. Mestrados e Doutorados exigem principalmente a proficiência na habilidade de leitura da língua inglesa para que o aluno possa adquirir e produzir conhecimento cientifico de maneira efetiva. Proficiência é a comprovação de competência e domínio de uma pessoa em determinado assunto. Para você ser considerado proficiente em algo, tem de mostrar total conhecimento sobre aquela área em que está sendo testado. Não é só uma questão de identificar elementos e respostas, mas também de criar pensamentos e soluções sobre o que está sendo tratado.

    A proficiência pode ser exigida em várias áreas – saúde, engenharia, artes, etc. Uma que tem ganhado força em processos seletivos nos últimos anos é a proficiência em leitura da língua inglesa. Ela já se tornou pré-requisito para a seleção de mestrado e doutorado e inscrições em universidades e cursos estrangeiros. A comprovação de conhecimento também é pedida para vistos em alguns países anglofônicos e para a concorrência de vagas em empresas com sedes internacionais.

    Como se preparar para o Teste de Proficiência em Inglês do Mestrado ou Doutorado?

    Muitos alunos que estão se preparando para fazer uma prova de proficiência em inglês para seleção do mestrado, doutorado ou concurso erram ao pensar que o fundamental é primeiramente aprender um vocabulário específico da sua área e ficam buscando textos e provas com este objetivo. Este erro ocorre principalmente, pois as instituições aplicam as provas separadas por área o que leva o candidato automaticamente a incorrer neste erro grave.

    A professora Marta Garcia identificou ao longo de 20 anos de prática que dentro de um texto destes exames:

    1. Aproximadamente 5% a 10% das palavras são de vocabulário específico por área e normalmente estas palavras são substantivos

    2. Os outros 90% a 95% das palavras são Verbos, Advérbios, Adjetivos, Preposições, Conjunções… todos inter-relacionados dentro do texto

    A  preparação para proficiência em inglês deve ser divida em 2 etapas e seguir principalmente a ordem correta:

    1.  Estrutura da Língua Inglesa aplicada na Análise Textual:

    – Análise Morfológica das Palavras (Tempos Verbais, Verbos Frasais e Modais, Advérbios, Adjetivos, Preposições, Conjunções…)

    – Análise Sintática das Orações (Sujeito, Verbo e Complemento)

    – Técnicas de realização de provas devido ao tempo que sempre é muito curto

    Existe uma metodologia  apropriada para os exames de proficiência em inglês que é chamada de Inglês Instrumental. Esta metodologia foca exatamente nos conhecimentos desta primeira etapa de preparação.

    A professora Marta gravou uma vídeo-aula de 20 minutos demonstrando como deve ser a preparação desta etapa.

     

    2. Aprender vocabulário específico da sua área

    Dominando a primeira e mais importante etapa do processo o candidato pode pegar alguns textos em inglês e provas anteriores de sua área para praticar os conhecimentos adquiridos e complementar seus estudos. Somente recomendamos partir direto para esta etapa candidatos que já tenham o nível avançado na língua inglesa.

     

    A professora Marta preparou 7 Dicas para ajudar você a se preparar para a prova de proficiência do mestrado ou doutorado. Leia Aqui

     


    Outros Exames de Proficiência em Inglês

     

    Para se candidatar a uma prova de proficiência em inglês não é necessário a comprovação de conclusão de um curso prévio. São testados apenas os resultados obtidos no exame em questão. Mas são recomendados estudos específicos para alcançar o nível exigido nos exames.

    São inúmeras certificações que atestam que o candidato possui um bom nível de inglês, mas antes de se inscrever em uma delas é importante ter um foco em mente. Cada instituição aceita um certificado diferente e, por isso, é necessário pesquisar antes de escolher qual dos testes de proficiência você deve fazer.

    Os exames de proficiência mais aceitos por instituições, empresas, etc., são o TEAP da Tese Prime, Teste de Proficiência em Leitura da Cultura Inglesa, Test of English as a Foreign Language (Toefl), o International English Language Testing System (Ielts) e o Certificate of Proficiency in English (CPE).

    Nos exames são exigidos, no geral, conhecimentos separados em quatro pilares: interpretação oral, de texto, redação e conversação. O peso que é cado a cada quesito depende do órgão que emite a prova.

    A pontuação mínima necessária também depende da instituição e do país para o qual se está buscando uma colocação. É prerrogativa da universidade ou da empresa exigir o nível necessário para se inscrever. Via de regra, quanto maior é o nível acadêmico da instituição, maior é o valor necessário para ser aprovado.

    Como tirar o certificado de proficiência em inglês?

    IELTS (International English Language Testing System)

    Promovido pelo British Council em parceria com a Universidade de Cambridge desde 1989, o Ielts é muito reconhecido especialmente por instituições de ensino e trabalho na Europa.

    O teste de proficiência em inglês do Ielts consiste em uma junção de quatro habilidades: leitura, escrita, compreensão oral e expressão oral. A prova dura em média duas horas e meia.

    Os candidatos devem verificar uma data para realizar as provas em um dos locais conveniados pelo British Council. O teste não tem prazo de validade, mas as instituições podem escolher não aceitá-lo se os resultados forem muito antigos.

    Em 2016, o custo para realizar o exame é de ‎€ 215 (cerca de R$ 820).

    TEAP (Test of English for Academic Purposes)

    Promovido pelo Tese Prime, o Teap é um teste de proficiência em inglês aceito em pós-graduações brasileiras. Ele é focado especialmente na habilidade pedida pelas provas específicas de cada universidade: a leitura. Ele é o mais fácil entre estes relacionados, pois somente exige a habilidade de leitura, enquanto os demais exigem as habilidades de fala, audição e leitura.

    Os exames podem ser realizados tanto em datas marcadas pela instituição quanto com agendamento em diversas cidades e instituições. As categorias têm preços distintos: R$ 195 na primeira opção e R$ 298 na segunda.

    Os candidatos têm duas horas e meia para terminar a prova, que são ministradas em quatro áreas do conhecimento diferentes: Biológicas/Saúde, Exatas/Tecnológicas, Humanas/Sociais e Agrárias.

    Veja 3 dicas incríveis para passar no Teste TEAP

    CPE (Certificate of Proficiency in English)

    O departamento ESOL da Universidade de Cambridge é responsável por três testes de proficiência em inglês: FCE, CAE e CPE.

    Todos são aceitos especialmente a título de currículo e em empresas do Reino Unido e da Europa. Cada uma das provas atesta um nível de conhecimento na língua inglesa.

    O exame criado em 1913 tem um formato semelhante aos outros três, no qual se é testado o nível de conhecimento em leitura e uso do inglês, escrita, compreensão oral e conversação. Os candidatos têm quatro horas para a realização da prova, que deve ser feita em um dos locais credenciados pela Universidade de Cambridge.

    O custo para fazer o teste de proficiência em inglês CPE é de R$ 915.

    TOEFL (Test of English as a Foreign Language)

    O Toefl é administrado pelo Educational Testing Service (ETS) desde 1964. Ele é pedido especialmente por universidades e empresas com vínculos com os Estados Unidos e o Canadá. A prova também é composta de quatro pilares: compreensão oral, expressão oral, escrita e leitura. Os candidatos têm quatro horas e meia para a realização do teste de proficiência em inglês.

    A validade dele é de dois anos e o agendamento da data e do local da prova é feito online. Os candidatos fazem a prova diretamente no computador em uma das instituições credenciadas.

    Neste ano, a inscrição para a prova do Toefl custa US$ 215 (R$ 750).

  • Comentários
    FRANCIS SANTTOS

    Parabenizo-a pelo projeto e dedicação cotidiana aos préstimos do conhecimento continuado no idioma.
    SAUDAÇÕES!


    Edison

    Excellent tips! tks a million!


    Andreza costa

    Excelente artigo! Parabéns é obrigada pela valiosíssima informação.


    LUIZ

    Parabéns por ajudar os futuros mestrandos, doutorandos…


    Aldailta Lima

    Gostei muito das dicas


    Maria

    Muito obrigada, tudo de grande ajuda!


    Maria

    Muito obrigada, tudo que vc passa tem muito valor!


    MARCIA BORGNETH

    gostei muito.