• Mestrado na UFPE: saiba como ingressar na pós stricto sensu!

    como fazer mestrado na ufpe pós graduação

    Ao terminar a graduação, os estudantes se veem diante de muitas oportunidades para o futuro e acabam em dúvidas em relação a o que fazer. Entre as opções, continuar os estudos no mestrado na UFPE pode ser uma ótima escolha, diante das exigências do mercado atual.

    Quando se fala em pós-graduação, há basicamente duas opções: latu sensu e stricto sensu. Elas são bastante diferentes entre si.

    A latu sensu se refere às especializações, que têm cerca de 360h e servem para aprofundar o conhecimento adquirido na graduação. Já a stricto sensu tem carga horária mínima de 1200h e compreende os cursos de mestrado e doutorado. Eles se dedicam à pesquisa e à preparação para a docência no ensino superior.

    Se você está entre os muitos que têm como objetivo ingressar em uma pós stricto sensu, veja a seguir quais são as exigências para cursar o mestrado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Boa leitura!

    Como entrar no mestrado na UFPE

    A UFPE oferece diversos cursos de pós stricto sensu em seus campi (Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão). Uma vez escolhida a área em que se quer estudar, é preciso prestar atenção a cada etapa do processo de seleção. Veja quais são!

    1. Esteja atento ao edital do mestrado na UFPE

    Esteja atento ao período de divulgação do edital de seleção de mestrado, pois cada área tem seus prazos. É interessante ler editais de seleções passadas, já que os editais costumam ser semelhantes. Quando o edital for lançado, leia atentamente todos os pontos, para conhecer os detalhes de cada regra.

    2. Estude bastante e com antecedência

    A preparação para o ingresso no mestrado requer dedicação e estudo. É preciso estar pronto para falar sobre as diversas teorias da área de pesquisa. Uma boa ideia é revisar os conteúdos da graduação e, claro, aqueles exigidos no edital.

    Uma dica para uma boa preparação é inscrever-se como aluno especial em disciplinas relevantes. Essa possibilidade é oferecida por meio de uma seleção.

    3. Prepare um bom projeto de pesquisa

    O projeto de pesquisa é a carta de apresentação do candidato. É preciso que ele seja elaborado com qualidade e defendido com propriedade no momento da entrevista — uma das últimas etapas do processo de seleção.

    4. Muito Cuidado com o Exame de Proficiência em Inglês

    Essa é a etapa que costuma ser a mais traiçoeira e difícil do processo, pois na maioria dos cursos ela é eliminatória. O resultado deste teste de proficiência em inglês pode também definir quem fica com uma bolsa ou não de acordo a nota obtida.

    Estudos apontam que no último ano cerca de 60% dos candidatos reprovaram na primeira tentativa por acharem que seus conhecimentos prévios na língua inglesa eram suficientes ou que a prova era fácil gerando uma perda de tempo e dinheiro preciosos por terem que realizar uma segunda tentativa.

    A prova de proficiência em inglês tem características peculiares e as instituições que preparam os testes com o objetivo de fazer uma triagem efetiva entre os candidatos inserem estruturas complexas de gramática e interpretação de textos de nível avançado.

    Se você não domina a estrutura da língua inglesa e seu tempo de preparação é curto, você precisa ir direto ao ponto. Existe uma metodologia de preparação específica para a prova de proficiência em inglês da pós graduação que é chamada de Inglês Instrumental.

    Para te ajudar em seus estudos separamos para você alguns materiais de altíssima qualidade. Confira:

    Vídeo Aula de Inglês Instrumental para Pós Graduação.

    7 Dicas para se Dar Bem na Prova de Proficiência do Mestrado

    30 Modelos de Provas Anteriores de Mestrado

    5. Enriqueça o currículo

    Seja o curriculum vitae, seja o currículo Lattes, é importante que ele demonstre uma boa produção acadêmica, com publicações científicas, participações em eventos e similares.

    6. Tenha a documentação requisitada

    A parte burocrática da seleção é justamente a apresentação dos documentos necessários. É nesse aspecto que muitas pessoas perdem a oportunidade, muitas vezes por descuido. Então, deve-se ter atenção às regras do edital para o envio adequado de documentos.

    Depois de escolher a área de estudos da pós stricto sensu, siga esses passos para ter mais chances de conseguir um bom resultado. Você tem alguma outra dica? Deixe seu comentário e participe desta conversa.

  • Comentários
    Enock galdino

    Muito bem obrigado.


    Maria do Carmo dos santos

    Muito bom adquirir conhecimentos, vale apena se organizar e tentar.