• Como Faço para Entrar no Mestrado? Confira 6 dicas para Ingressar!

    como fazer mestrado ingressar fazer

    banner para baixar provas em ingles Powered by Rock Convert

    Só quem já ingressou na carreira acadêmica sabe que cada etapa de como fazer mestrado é um desafio — e a prova é uma delas. Afinal, trata-se do primeiro grande passo nessa direção, além de ser conhecida como uma das mais difíceis.

    Talvez, você tenha se assustado quando viu os programas. Eles podem parecer exaustivos, é verdade, mas não são impossíveis de serem cumpridos. Determinação, foco e preparação são fundamentais para conseguir se sair bem na avaliação e conquistar a vaga.

    Então, se você está prestes a passar por essa maratona e não sabe por onde começar, não deixe de ler as 11 dicas que separamos para ajudar você a realizar esse sonho. Vamos lá?

    1. Avalie qual o mestrado é mais adequado para a sua carreira

    Não é preciso ter concluído uma pós para fazer mestrado. Qualquer pessoa que tenha se graduado pode fazer esse curso.

    O mestrado é um curso stricto sensu, cujo principal objetivo é aprofundar o aprendizado da graduação. Nele, você vai ampliar o conhecimento sobre um determinado tema, tendo a reflexão teórica estimulada.

    Além do mais, de acordo com o que planeja para a sua carreira, você deverá escolher entre o mestrado acadêmico ou o mestrado profissional. Essas modalidades têm ênfases diferentes e a sua opção por uma delas deve acontecer de acordo com direcionamento profissional que você pretende seguir.

    O acadêmico é ideal para quem pretende dar aulas e fazer pesquisas em universidades e faculdades. Já o profissional tem o objetivo de aplicar as inovações científicas e tecnológicas no âmbito empresarial, respondendo às demandas do mercado.

    Independentemente da modalidade escolhida, é preciso ter interesse por diversos temas e ter condições de estudar com frequência. Serão necessárias pesquisas, participação em eventos relacionados ao tema estudado e muita leitura, sem contar o trabalho de conclusão de curso, que geralmente é uma dissertação.

    Além disso, em ambos os casos, o curso dura em média dois anos e exige muito do aluno dentro e fora da sala de aula. No entanto, uma boa organização e comprometimento resolvem esses impasses.

    2. Escolha uma instituição de acordo com os seus planos

    Definida a modalidade desejada, o próximo passo é a escolha da unidade de ensino capaz de oferecer o curso certo para o seu desenvolvimento profissional. Tanto instituições públicas como as privadas ofertam esse tipo de curso, o importante é optar por aquele que seja conveniente para a sua carreira.

    Veja se a instituição atende ao seu planejamento financeiro

    No entanto, tenha muita atenção, em uma instituição privada poderá ser cobrada uma mensalidade para o curso de mestrado. Esse ponto varia muito de uma universidade para outra e até mesmo de um curso para outro. Para obter essa informação você deverá entrar em contato com a secretaria do curso desejado.

    De qualquer modo, sempre existe a possibilidade de recorrer a instituições de fomento para conseguir uma bolsa, como CAPES e CNPQ e até mesmo as bolsas do setor privado. Em alguns institutos, inclusive, já existem programas de financiamento próprios. Vale a pena pesquisar!

    Avalie as linhas de pesquisa existentes

    Outro ponto importante para a escolha da academia em que será realizado o curso é a existência de linhas de pesquisa que atendam aos seus anseios de estudo. Esse aspecto precisa ser considerado porque influenciará diretamente no trabalho que vai produzir.

    Dessa forma, se informe sobre os projetos desenvolvidos no instituto, analise as linhas de pesquisa do programa de pós-graduação e converse com professores e pesquisadores da área, além de avaliar a sua produção científica. Fazendo isso, você terá um forte embasamento para uma escolha acertada.

    3. Leia atentamente o edital do programa pretendido

    Embora pareça uma dica amadora, acredite: muitas pessoas pulam essa parte e depois acabam se prejudicando. Lendo-o atentamente, você entenderá as regras do programa, os temas que serão abordados, o tempo de duração das provas etc.

    Conhecer o edital permite que você tenha uma visão geral sobre a pós-graduação, os passos que deve seguir e todas as orientações do que precisam ser observadas. O edital, além disso, tem todo o cronograma e os conteúdos que serão usados para orientar os seus estudos para os exames.

    Além disso, o mais importante: assegura que nada passe despercebido. Você não vai querer que todo o trabalho caia por terra devido a um mero detalhe, não é mesmo?

    4. Conheça a bibliografia apresentada

    O edital funciona como uma bússola e nele está contida toda a bibliografia que será usada para os exames de ingresso. Por isso, é de suma importância que você a adquira para a sua preparação.

    As obras indicadas também podem ser utilizadas como referências do seu projeto de pesquisa. Afinal, algumas seleções exigem a elaboração desse plano como parte do processo para fazer o mestrado.

    5. Atualize o currículo Lattes

    É normal que em alguns processos seletivos exista a exigência de apresentação currículo Lattes. Ele é uma plataforma onde são cadastradas todas as atividades de pesquisa desenvolvida por você no período da graduação.

    Se você participou de programas de iniciação científica ou similares, simpósios, congressos ou publicou artigos, é hora de recolher todos os documentos probatórios e atualizar o seu currículo. Aliás, fica a dica que em se tratando de vida acadêmica é crucial manter as informações detalhadas no Lattes.

    Porém, não se preocupe se você não conseguiu realizar muitas atividades durante a graduação. O fundamental é que todos os dados estejam atualizados.

    6. Organize o seu cronograma de estudos

    Os primeiros passos foram dados, você escolheu o curso, a instituição e está com o edital em mãos. Dessa maneira, chegou o momento de você criar um cronograma de estudos.

    banner para baixar provas em ingles Powered by Rock Convert

    Aqui, cabe muito bem o velho ditado: “Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”. Mesmo que a prova esteja distante, esse é o momento ideal para começar a planejar e executar a sua preparação.

    Organize-se de forma que os conteúdos em que tem maior dificuldade tenha um tempo maior e reforce até mesmo os tópicos que têm maior facilidade de compreensão. Além disso, seguindo a dica anterior, use a bibliografia para orientar os seus estudos.

    Esse também é o tempo de ler materiais relacionados ao que você pretende estudar. Logo, adquira artigos e livros que tratem do assunto desejado, assim você fica por dentro do que é atualidade no seu tema.

    7. Estude para o exame de proficiência em inglês

    Essa é a etapa que pode ser bem difícil no processo, pois na maioria dos concursos ela é eliminatória. O resultado do teste de proficiência em inglês pode também definir quem fica com uma bolsa ou não de acordo a nota conquistada.

    Diversos candidatos acabam não indo bem na primeira tentativa por acharem que seus conhecimentos prévios na língua inglesa eram suficientes ou que a prova era fácil. Isso acaba por gerar uma perda de tempo e recursos financeiros por terem que realizar uma segunda tentativa.

    O principal objetivo do teste de proficiência em inglês é fazer uma triagem efetiva entre os candidatos. Trata-se de uma forma para ver se os pretendentes conseguem inserir estruturas complexas de gramática e realizar uma interpretação de textos de nível avançado.

    Se você não domina a estrutura da língua inglesa e seu tempo de preparação é curto, você precisa ir direto ao ponto. Existe uma metodologia de preparação específica para a prova de proficiência em inglês da pós-graduação que é chamada de inglês instrumental que, além de ser um método bastante objetivo, vai ajudar a você com a leitura de artigos e textos acadêmicos da língua inglesa durante o curso.

    8. Prepare-se para a entrevista

    Na entrevista, não basta saber a resposta para as perguntas. É fator primordial mostrar segurança e certeza de que quer participar do projeto. Entre as perguntas mais comuns nessa fase, podemos citar:

    –  Qual área gostaria de estudar?

    –  Por que decidiu fazer a pós-graduação?

    –  Se você trabalha, como vai conseguir conciliar estudo e trabalho?

    Além disso, não faltarão perguntas sobre o projeto e seu currículo. Por isso, esteja com tudo preparado. Na verdade, a entrevista consiste em saber se você vai conseguir concluir o programa no prazo estipulado e se há determinação suficiente para isso.

    9. Capriche no projeto

    Encare seu projeto como uma carta de intenções, pois é por meio dele que os professores vão avaliar alguns requisitos muito importantes como a sua capacidade de planejamento, seu conhecimento, o nível de domínio de redação científica e se sua intenção se encaixa no programa escolhido.

    Assim como na entrevista, será observado com muita atenção seu real interesse em fazer o mestrado. Por isso, é muito importante escolher um tema com o qual você se identifique e não apenas algum que julgue ser mais fácil.

    A prioridade será sempre dos candidatos que se mostrarem capazes de desenvolver ótimas trabalhos e não daqueles interessados apenas em obter um título. Afinal, com o foco certo, a sua carreira tem tudo para decolar.

    10. Considere os benefícios de fazer um mestrado

    Embora pareça bem complicado ingressar no mestrado, vale a pena considerar alguns benefícios de fazer esse curso. Tratam-se de vantagens tanto para a sua carreira quanto para o seu desenvolvimento pessoal.

    Aumento de oportunidades

    É preciso lembrar que uma pós-graduação traz um grande peso para o currículo. Dessa forma, com um mestrado no currículo, as oportunidades no mercado de trabalho tendem a aumentar por causa da bagagem científica e cultural adquirida durante a formação.

    Incremento na remuneração

    Geralmente as empresas, tanto públicas como as privadas, têm um plano de incremento no salário de acordo com a qualificação. O mestrado, inclusive, ajuda na valorização de profissionais, por isso é importante contar com esse reforço no currículo.

    Tornar-se um especialista

    O mestrado, enfim, é um excelente meio para você se tornar um especialista em um assunto. Você precisa pensar que por mais ou menos dois anos você desenvolverá um estudo com profundidade, agregando conhecimento e novas perspectivas.

    11. Tenha foco e disciplina

    Para obter sucesso nessa empreitada, é preciso ter determinação e saber exatamente o que quer. Todo desafio precisa de disciplina para ser vencido. Por isso, não desanime, coloque a aprovação como foco principal e não se desespere se não conseguir ir bem em um primeiro momento.

    A disciplina é essencial para que atingir o objetivo de fazer um mestrado. Assim, seguindo essas dicas e com a devida organização os seus planos têm tudo para dar certo.

    Baixe 30 provas de proficiência em inglês

    Aula Gratuita de Inglês Instrumental

    banner para baixar provas em ingles Powered by Rock Convert

  • Comentários
    Antenor Alves de Oliveira

    conteúdo muito útil. me ajudou bastante.


    Sebastião Rosair da Silva

    Ótimas orientações.
    Sempre quis fazer mestrado.
    Não tinha noção de como ingressar.


    Franciene Rigôr

    Amei essas dicas. Pois meu foco esse ano é ingressar no curso de mestrado


    Jéssica Campos

    Conteúdo útil e de fácil assimilação. Realmente tem por objetivo orientar, nós, estudantes. Grata!


    Marcio

    Grato pelas 5 dicas importantes e mais 1 de bônus


    tomasia costa parriao

    grata. por receber essas material tao importante
    .


    Raquel

    Muito bom conteúdo, bem elucidativo.


    Luciane

    Legal, não fazia ideia como procedia…


    Lúcia Andrade

    Não sabia que precisava ter um outro idioma. Um dia chego lá. Muito obrigada pela ajuda e dicas.


    Daniel

    Ótimas dicas, não fazia ideia de ginástica coisas apresentadas. Muito úteis as informações, obrigado !


    Su

    Grata pelas dicad


    Simone

    Amei@


    Regianne

    Não imaginei que fosse tão difícil, agora é estudar.